itcanbetaught.com/usuario/withsomegrace/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > withsomegrace
25 years (BRA)
Usuária desde Novembro de 2014
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Tira a peruca!

http://www.withsomegrace.blogspot.com.br

Últimas opiniões enviadas

Todas (101) / Filmes (96) / Séries (5) ver mais
  • Karine Fernandes

    um filme sobre sermos SEMPRE gentis, apesar de qualquer coisa que queremos ser, que achamos merecer, que queremos dizer para alguém, que achamos sobre alguém, não possuímos o direito de destruir os sonhos das pessoas. na verdade, a única coisa que pudemos fazer é reconhecer esforços e nunca, jamais colocar alguém pra baixo por ela simplesmente ser o que não somos.

    começa pela irmã rancorosa, pelo pai esquisito e machista, pela mãe que claramente desistiu de tudo, pelo marido fracassado que ainda quer fazer as coisas darem certo, passando pela viúva rica e avarenta, nessa estúpida dança em que NINGUÉM se ajuda, ninguém se ama, ninguém é capaz de dizer qualquer coisa feliz, com exceção da Mimi. e aqui entra a melhor coisa desse filme: da importância do empoderamento certo, um empoderamento que não tem a ver com meritocracia nem com oportunidades ou apenas reconhecer seus privilégios, um empoderamento que começa ainda na juventude, que os nossos jovens raramente experienciam, um tipo de encorajamento que não é pretensioso ou duvidoso, apenas reconhece a quantidade de pessoas especiais que existem ao nosso redor e que cada um, de alguma maneira, em algum momento, possuem as ferramentas necessárias para fazerem, serem e sentirem tudo aquilo que sonharam.

    como passar pela vida sem acreditar nos nossos sonhos? sem agradecer as pessoas? sem ter a capacidade de pedir e se sentir agradecido?

    j-law é incrível demais, que mulher, meu deus.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Karine Fernandes

    apesar das escorregadas machistas, continua sendo um dos únicos filmes românticos com um plot twist satisfatório e lindo, na medida.

    pra pessoas que, como eu, fingem que não são românticas mas que na verdade são incuráveis, dá um quentinho no coração.

    jason tá ótimo.
    quero ser a alison quando crescer. <3

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Karine Fernandes

    bicho, cê tá louco

    uma abordagem absoluta e glamorosa (não sei) sobre distúrbios mentais num geral, em especial (acho) síndrome de münchhausen por poder, que quase sempre é na relação mãe-filho, nunca vi por amantes, o que não tira o mérito do filme e nem anula a incrível atuação dessa atriz que faz a Alma.

    acho que todos devem ignorar o ritmo lento e dar uma chance para a história, que se completa, não deixa pontas soltas. além disso, a qualidade da produção num geral é de cair o queixo: bem filmado, takes precisos sobre tecidos, agulhas, peles, mãos. é como imergir num mar de pessoas.

    Comentário contando partes do filme. Mostrar.

    as menções e visões da mãe dele, me lembraram de O Pintassilgo, da Donna Tartt:
    "Graças à minha febre, tive um monte de sonhos estranhos e muito intensos, suando e me debatendo sem saber se era dia ou noite, mas na última e pior dessas noites sonhei com minha mãe: um sonho rápido e misterioso que pareceu mais uma visita. Eu estava na loja de Hobie — ou, mais precisamente, em algum espaço onírico e assombrado projetado como uma versão grosseira da loja — quando ela apareceu de repente atrás de mim, de modo que vi seu reflexo num espelho. Ao vê-la, fiquei paralisado de felicidade; era ela, em cada detalhe, o exato padrão de sardas, e sorria para mim, mais bonita e nem um pouco mais velha, o cabelo preto e o trejeito engraçado da boca, não um sonho, e sim uma presença que enchia completamente o ambiente: uma força toda dela, uma alteridade viva. E, por mais que eu quisesse, sabia que não podia me virar, que olhar diretamente para ela era violar as leis do seu mundo e do meu; tinha vindo até mim da única forma que podia, e nossos olhos se mantiveram fixos um no outro através do espelho por um bom tempo ainda; mas quando ela estava prestes a falar — com o que parecia ser uma combinação de deleite, carinho, exasperação — uma névoa se formou entre nós e eu despertei."

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Filmow
    Filmow

    O Oscar 2017 está logo aí e teremos o nosso tradicional BOLÃO DO OSCAR FILMOW!

    Serão 3 vencedores no Bolão com prêmios da loja Chico Rei para os três participantes que mais acertarem nas categorias da premiação. (O 1º lugar vai ganhar um kit da Chico Rei com 01 camiseta + 01 caneca + 01 almofada; o 2º lugar 01 camiseta da Chico Rei; e o 3º lugar 01 almofada da Chico Rei.)

    Vem participar da brincadeira com a gente, acesse http://itcanbetaught.com/bolao-do-oscar/ para votar.
    Boa sorte! :)

    * Lembrando que faremos uma transmissão ao vivo via Facebook e Youtube da Casa Filmow na noite da cerimônia, dia 26 de fevereiro. Confirme presença no evento http://www.facebook.com/events/250416102068445/

Este site usa cookies para oferecer a melhor experiência possível. Ao navegar em nosso site, você concorda com o uso de cookies.

Se você precisar de mais informações e / ou não quiser que os cookies sejam colocados ao usar o site, visite a página da Política de Privacidade.